Você está aqui: Página Inicial / Notícias / ENEX-2105 consolida modelo de extensão cultural no IFPB

ENEX-2105 consolida modelo de extensão cultural no IFPB

Pró-Reitoras de Extensão do IFPB e IFRN, Vania Medeiros e Régia Lopes, respectivamente

O modelo de Extensão Cultural no IFPB foi implantado, efetivamente, com a grande aceitação, em termos de participação da comunidade acadêmica, no Encontro de Extensão Cultural (ENEX-2015), realizado no Campus Avançado de Areia-PB, neste final de semana. A avaliação foi feita pela Pró-Reitora de Extensão, professora Vania Medeiros, assinalando que o evento contou com 200 atividades acadêmicas distribuídas em círculos de extensão, atividades autogestionadas, eventos culturais e conferências. O ENEX-2017 será realizado no Campus de Cabedelo-PB.

Segundo a professora Vania Medeiros, um dos debates mais importantes do evento enfocou o tema da curricularização da extensão, que também é uma preocupação nacional das instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Nessa conferência, a Pró-Reitora de Extensão do IFRN, professora Régia Lopes, apresentou dados do Mapeamento da Extensão na Rede, a partir da análise de 2.525 projetos executados em 2014. Segundo ela, apenas cerca de 70% das instituições participaram do levantamento; o que indica que este número pode ser maior.

Segundo Régia Lopes, os trabalhos da extensão dão respostas às políticas públicas do governo federal, além de promover a interlocução e a interação com a comunidade. Na visão da professora, a extensão contribui para a melhoria das condições de vida nas comunidades, com o desenvolvimento econômico e social, sendo um catalisador da qualidade do ensino e da pesquisa.

Pró-Reitora de Extensão do IFSul, professor Manoel Porto (Coordenador de Extensão no FORPROEXT)

O Coordenador do Fórum de Extensão dos Institutos Federais (FORPROEXT), professor Manoel Porto, Pró-Reitor de Extensão o IFSul, valorizou o formato do evento de extensão do IFPB e revelou que há várias outras unidades da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica planejando a inserção do tema da cultura na extensão. O professor Manoel disse, na sua explanação, que a possibilidade de junção da pesquisa e extensão em uma única Pró-Reitoria é uma questão descartada na Rede.

Para o professor Manoel Porto, a extensão é fundamental para consolidar o modelo atual de educação profissional e tecnológica vigente no País, com a inserção da cultura nos três pilares que dão sustentação à educação superior: ensino, pesquisa e extensão. Manoel explicou que a tradução da extensão, pelo FORPROEXT, é de que essa atividade seja um processo educativo, cultural, político, social, científico e tecnológico que promova a interação dialógica e transformadora entre as instituições e a sociedade, considerando os aspectos inerentes à territorialidade.

Pró-Reitora de Ensino do IFPB, professora Mary Roberta

A Pró-Reitora de Ensino do IFPB, professor Mary Roberta, que mediou a conferência sobre a curricularização da extensão, reconheceu que a consolidação da pesquisa e da extensão repercute na qualidade do ensino.  Mary também enfatizou a importância social dos trabalhos desenvolvidos na extensão.

João Pessoa, 27/09/2015

Crisvalter Medeiros